Sofisticação urbana

Suite 1

Se você é adepta do estilo urbano chique com perfume feminino, a nova parceria da Linha Suite é perfeita para você. O duo listras + flores chega fabuloso, com cortes e caimentos impecáveis.

Para compor a alfaiataria que abusa das listras, o babado e a manga ampla ganham espaço. Repletas de fluidez, quebram o mood reto do grafismo. Outra aposta caprichada no jogo de movimento é a gola assimétrica, com ar de babado, que concede novo fôlego às linhas da moda.

Suite 2

Ajustado à silhueta, o jogo gráfico das listras segue à risca os contornos femininos no vestido da vez. Falando em peça única, a temperatura desce e eleva a gola do floral, que chega aliada às leves pregas. Para renovar o armário com leveza e detalhes mil.

Suite 3

A flor migra da estampa e ganha uma nova versão na edição da vez. Com ares originais e para lá de especial, ela chega bordada no blazer, que ganha status de peça-desejo da temporada.

Confira as lojas que recebem as novidades: Américas Shopping, Centro, Fashion Mall, Shopping Leblon, Rio Design Leblon, Rio Sul, Ipanema Fórum, Rio Design Barra, Village Mall, Norte Shopping, Pátio Savassi, Diamond Mall, JK, Market Place, Villa Lobos, Alphaville, Salvador Shopping, Icaraí, Campos, São Caetano, Aracaju, Brasília, Cariri, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Juá, Maceió, Manaus, Maringá, Recife, Ribeirão Shopping, Roraima, Salvador, São José, São Luis, Teresina, Juá, Vitória e  Vila Velha.

 

 

 

Nina Simone

Nina Simone

Fotos: divulgação

Depois da doçura de Ella Fitzgerald e da intensidade de Billie Holiday, nosso Lady Sings the Blues dessa semana conta a história de uma mulher potente e virtuosa, que usou sua voz não só para encantar, mas também como importante ferramenta social.

Eunice Kathleen Waymon foi apresentada à música aos 3 anos na igreja frequentada por sua mãe na Carolina do Norte, chegando a receber uma educação musical formal através de aulas particulares, tornando-se uma exímia pianista. Na juventude em busca de ampliar seus estudos, a cantora se mudou para NY e, apesar de seu talento incontestável, não foi aceita na faculdade por ser negra.

Nina Simone

Fotos: divulgação

Nascia então Nina Simone, o codinome criado por ela para se apresentar em bares e conseguir financiar seus estudos como pianista clássica. Mas ela foi além. A musa também começou a cantar, criando imediatamente um público fiel, que se mostrava cada vez mais impressionado com seu talento.

Uma verdadeira força da natureza, sua carreira deslanchou com velocidade espantosa, mas no fundo Nina parecia nunca satisfeita. A cantora não se sentia confortável com todo seu sucesso enquanto os negros sofriam com a segregação racial, que ela mesmo havia sentido tantas vezes na pele.

Nina Simone

Fotos: divulgação

Nina Simone se tornou então ativista e porta-voz da luta pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos, além de amiga pessoal de Martin Luther King. Ela chegou a cantar hinos do movimento, como Mississippi Goddamn, To Be Young e Gifted and Black.

A partir de seu engajamento social, sua carreira sofreu um forte boicote que a levou a deixar para sempre os EUA, história muito bem contada no documentário “What Happened, Miss Simone?”, imperdível para quem é fã da cantora. E quem não é?

Com vocês, Nina Simone:

A volta dos cactos

Cactos

Foto: http://gde-fon.com

Procurando entender mais sobre esse encantamento de Georgia O’Keeffe pelo Novo México, propomos explorar uma das suas maiores belezas: a paisagem desértica pontuada por escultórios cactos Saguaro.

São plantas xerófitas, sendo as únicas representantes da família botânica Cactaceae, da qual se conhecem 176 gêneros e 2273 espécies, entre árvores, arbustos, subarbustos, herbáceas e lianas.

Com ampla variação anatômica e de aparência interessante e exótica, os cactos se tornaram evolutivamente adaptados aos ambientes extremamente quentes e/ou áridos, conquistando grande capacidade fisiológica de conservar água.

Cactos

Fotos: salientmemories.wordpres

Podem ter a forma globosa, colunar ou achatada, que guardam frutos tipo baga. Geralmente produzem folhas com espinhos, mas também flores grandes e vistosas, num contraponto interessante e inusitado.

A predominância dos cactos é nas Américas (desde o Canadá até a Patagônia), mas há única espécie no continente Africano – Rhipsalis spp. (provavelmente introduzida por alguma espécie de ave migratória). Várias espécies de Opuntia spp. foram introduzidas na Austrália durante o século XIX e se naturalizaram lá. No Brasil, ocorrem com maior incidência na Caatinga, no Cerrado e no Pantanal, porém têm a sua distribuição confirmada também na Amazônia, Mata Atlântica e Pampas.

Curiosidades:

Cactos

Foto: succseed.com

– O menor cactos conhecido é o Blossfeldia liliputiana. Cresce nos Andes bolivianos e argentinos e nem sempre chega a atingir mais de 10mm de diâmetro, mesmo na fase adulta. O seu nome é uma referência ao país fictício de Lilliput, de “As viagens de Gulliver”, onde todos os habitantes são minúsculos.

Cactos

Fotos: National Geographic | Christian Heeb

– O mais alto é o Pachycereus pringlei, nativo do Noroeste do México. Há registros da espécie com quase 20m de altura.

18 e 21

Fotos: blog.welovecacti.com | Chad Stewart

– O Saguaro (Carnegiea gigantea) é o segundo maior do mundo. É nativo da região do Deserto do Sonora, que abrange parte do México e Estados Unidos. Vive em média 175 anos, mas há registros com 200 anos. Os seus primeiros braços surgem aos 50, 70 anos de idade, mas o aparecimento pode levar até 100 anos se as condições não forem as mais favoráveis.

22 e 23

Fotos: Tumblr Meditation Temptation | faze.ca

– O Peyote (Lophophora williamsii) – cacto da região entre o Sudoeste dos Estados Unidos (Texas e Novo México) e do Norte do México – é uma planta alucinógena (mescalina) considerada sagrada pelos indígenas locais e tem sido usada em rituais religiosos, pelos hui choles, como via de comunicação com seus deuses.

27 e 26

Fotos: deliamendonca.com.br | pitayasul.com.br/

– A pitaya ou fruta-dragão é o fruto de várias espécies de cactos epífitos dos gêneros Hylocereus e Selenicereus, nativos de regiões da América Central e México.

28

Foto: tropical.theferns.info

29 e 34

Fotos: actaplantarum.org | WordPress Enerife Nature Walks

– Das imagens acima nenhuma é um cactos. Algumas espécies da família Euphorbiaceae são confundidas com eles. Tal como os cactos, as espécies de eufórbia também são suculentas, mas a planta-inspiração de hoje é originária das Américas e seus espinhos nascem de aréolas, diferente as eufórbias, que vieram da África e têm espinhos nascidos do caule, além de serem tóxicas quando danificadas.

Cactos

Fotos: Wikimedia Commons | Tumblr Skin Feelings Tattoos

– A floração das eufórbias não é particularmente chamativa, apresentando flores simplificadas. Já a floração dos cactos é espetacular: possui várias pétalas e é extremamente atrativa.

– Todos os cactos são suculentas, mas nem toda a suculenta é um cactos.  As seguintes famílias botânicas apresentam suculentas: Agavaceae, Aizoaceae, Apocynaceae, Asphodelaceae, Cactaceae, Crassulaceae, Euphorbiaceae e Portulacaceae.

 

O tom do sim

Casamento

Imagens: vogue UK / countryliving / bloved blog

O rosa parece ser definitivamente a cor do ano. Depois do rosa quatrz ser considerado o tom preferido da Pantone em 2016, uma tonalidade muito semelhante foi eleita pelo Pinterest como a mais desejada para casamentos em 2017.

O “rusty pink”, esse tom frio e acizentado, um pouco menos adocicado que um rosa comum, foi detectado pela rede social como a cor mais pesquisada para casamentos nesse ano. Romântico e delicado, porém nem um pouco óbvio, o rosa enferrujado é mesmo um charme.

Casamento

Imagens: vogue UK / countryliving / bloved blog

A cor aparece brilhando desde os convites, indicando um contraste interessante entre um casamento com ar retrô e ao mesmo tempo supercontemporâneo. Já no casamento, o rosa faz a festa entre as flores da decoração, nos tecidos que ornam o ambiente e até em detalhes surpreendentes que enfeitam o bolo.

Se você pensa que a inspiração acaba por aí, o rosa enferrujado também é uma ideia graciosa para os vestidos das madrinhas. E por que não para as noivas menos tradicionais? Bem clarinho, feminino e elegante, o rusty pink colore noivas que querem fugir do branco, mas sem ousar demais.

Casamento

Imagens: vogue UK / countryliving / bloved blog

Os noivos também entram na dança, podendo exibir o rosa da vez na gravata e até na boutonniere.

Não é uma graça?

A nova Vogue

Vogue UK

Imagens: reprodução/divulgação

Semana passada, o stylist e editor da revista W, Edward Enninful, foi anunciado o novo editor da poderosa Vogue Britânica. Ele entrou no lugar de Alexandra Shulman, que por 25 anos dirigiu a edição.

Enninful é um nome quente da moda desde os 19 anos, quando assumiu a direção da revista I-D e se tornou o mais novo editor de moda do mundo. Com olhar poderoso, o stylist ajudou a criar algumas das imagens mais marcantes da década de 90, antes de seguir carreira assinando o estilo de edições históricas da Vogue.

I-D | Moda

Imagens: reprodução/divulgação

Foi através dele que a Vogue italiana lançou um dos marcos da diversidade na moda, a The Black Issue, uma edição importante que contava apenas com modelos negras em todas as suas páginas.

Vogue UK

Imagens: reprodução/divulgação

Primeiro editor negro da Vogue em 100 anos, Edward Enninful recebeu o nobre título de excelência pela Ordem do Império Britânico por seu trabalho na indústria de moda. O stylist promete trazer seu olhar único, não só belas imagens de moda, mas também deixar a Vogue culturalmente mais diversa.